Curso de Reiki – O primeiro passo!

Um dos primeiros passos de iniciar de uma forma mais profunda o autoconhecimento, é o curso de Reiki.

Cho-Ku-Rei

Quando iniciei a jornada para me tornar praticante de Reiki através do curso de Reiki Tradicional, sabia pouco sobre os diferentes níveis  e os seus significados. Aliás, não sabia nada a não ser 2 livros de espiritualidade que tinha lido. Sabia que a meditação era importante mas não conseguia pois era muito acelerada, o yoga também era bom, mas naquela altura em Santarém não havia nada, então sabia que tinha de começar por algum lado. Eu realmente não entendia o que era o processo de sintonização – embora eu tivesse alguns amigos que já eram de mestres de reiki. Mas precisava mexer energéticamente em mim, pois só saber e não pôr em prática, não adianta nada. Precisava de me mudar e não me interessava se tinha dons ou não, queria apenas sentir-me em paz. A vida é feita de acção e não de inércia e então dei o primeiro passo.

No entanto, uma compreensão geral dos níveis e como funciona, pode ajudar aqueles que procuram se tornar praticantes de Reiki e também aqueles que procuram um terapeuta de Reiki

Hon-Sha-Ze-Sho-Nen

Normalmente existem três (às vezes quatro) níveis que podem ser alcançados. Os três níveis foi o método original criado por Mikao Usui no Japão, mas quando chegou aos Estados Unidos foi dividido o terceiro nível em dois, no entanto ainda existem Mestres a facultar o método original. Os níveis são centrados no processo de sintonização ou capacitação, combinados com educação e prática. Enquanto certos rituais são padrão quando se faz cada um dos níveis, há uma grande variaedade na forma como os mestres Reiki (instrutores) organizam seus cursos.

A sintonização do Reiki é o que torna o Reiki exclusivo para outras formas de cura, toque e trabalho energético. Essa cerimônia, chamada Reiju (Ray-joo) em japonês, é realizada pelo Mestre de Reiki e abre e expande os principais canais de energia do corpo do aluno, permitindo que a energia universal, também conhecida como Qi / Chi / Ki, flua mais livremente e profundamente.

Por causa desse processo de abertura, a sintonização também faz o que o Reiki deve fazer – limpar os bloqueios. Como resultado, isso pode criar mudanças significativas de energia dentro do indivíduo e muitos passarão por um período intenso de auto desenvolvimento. Só tem de se sentar e o Mestre de reiki faz alguns rituais, ele vai servir de ponte para que você possa se sintonizar, mas será os mestres de reiki espirituais que irão fazer esse processo. Simplesmente é mais fácil passar por alguém que já está aberto.

Aqui está uma análise dos três níveis de Reiki e de cada uma das sintonizações:

1. Reiki Nível I

O nível I é a iniciação de um praticante no Reiki e está aberto a qualquer pessoa. O foco durante o Nível 1 é a abertura dos canais de energia em um nível físico, permitindo que o praticante se conecte à energia da força vital universal, que flui do cosmo através da coroa da cabeça e até o coração e ás mãos.

Muitos mestres de Reiki enfatizam o auto-Reiki como o objetivo da designação de Nível 1, encorajando os alunos a se concentrarem em praticar o Reiki em si mesmos, trabalhando com seus próprios obstáculos, são auto tratamentos de 21 dias entre cada nível. Muitos experimentam sintomas físicos de energia em suas palmas após a primeira sintonização – incluindo formigamento, frieza ou calor. Normalmente, o curso Nível 1 também inclui uma visão geral da história do Reiki, colocação de mãos e prática de auto e grupo.

Curso de Reiki

2. Reiki Nível 2: Segundo Grau

O nível 2 é muitas vezes definido por um foco na prática do Reiki nos outros, bem como uma abertura expandida dos canais de energia. É um dos níveis mais importantes no curso de Reiki. Aqui vai-se trabalhar a parte emocional, além disso, os alunos recebem os « símbolos do Reiki » e a sintonização do nível 2. Os símbolos do Reiki permitem que o praticante se conecte mais profundamente à energia universal, bem como aproveite as qualidades que os símbolos representam. Isso inclui a capacidade de fornecer Reiki à distância, ou enviar energia de cura para os indivíduos onde quer que eles estejam.

Este símbolo também pode ser usado para limpar bloqueios de energia ao longo do tempo, bem como locais físicos. Devido à intensidade do processo de sintonização, alguns Mestres de Reiki recomendam que pelo menos 21 dias a três meses completos passem entre receber as iniciações de Nível 1 e Nível 2 (o Nível 1 é necessário para receber o Nível 2).

No entanto, existem muitos mestres de Reiki que combinam os níveis 1 e 2 em uma classe de combinação, e podem até ensiná-los ao longo de um fim de semana. A sintonização de Nível 2 é tipicamente dada em uma única sintonização, com um foco em abrir ainda mais o canal central, com ênfase no Chackra Cardíaco. Normalmente, o Nível 2 também inclui a prática de desenhar os símbolos, invocando suas qualidades, bem como a cura à distância.

3. Reiki Nível 3: Terceiro Grau e Mestre em Reiki

Em muitos cursos, o Terceiro Grau e o Mestre de Reiki são a mesma designação. No entanto, alguns professores separam o Nível 3 do Mestre de Reiki, a fim de enfatizar a diferença entre receber a iniciação de Mestre, de serem treinados para sintonizar novos alunos ou praticantes.

O Nível Mestre de Reiki é tradicionalmente considerado o nível do professor – um praticante que recebeu energia e conhecimento para sintonizar novos praticantes de Reiki. Muitos recebem a sintonização do Mestre, juntamente com o símbolo correspondente, mas não se sentem confortáveis  em sintonizar adequadamente os outros – daí a distinção entre o Terceiro Nivel e o Mestre de Reiki.

Tornar-se Mestre em Reiki também representa um profundo compromisso com a prática do Reiki, e alguns acham que devem passar um tempo significativo entre alcançar o estatuto de Segundo Grau e o Nível Mestre. Como o nível de mestre é ensinado em uma ampla gama de métodos, você deve meditar sobre o caminho  ideal e gastar tempo e consideração na selecção de um Mestre.

Os níveis de Reiki fornecem uma organização geral da progressão da maestria de Reiki. Porque os cursos de Reiki são ensinados e organizados em módulos.

Depois de tirar o curso de Reiki não senti nada mas já estava a haver mudanças. Hoje olho para trás e vejo que ainda tenho muito que limpar a nível energético e portanto foi perfeitamente normal não sentir mas as mudanças a nível da minha vida começaram a acontecer. Comecei a ver as coisas de outra forma e é como se as coisas viessem ter até mim. O curso de Reiki alinhou-me com a minha missão de vida. Isto permitiu-me continuar a tirar cursos de desenvolvimento pessoal ( curso de Terapia Multidimensional, Curso de Leitura de Aura, Leitura de Registos Akáshicos, Curso de Tarot e Numerologia) que mais tarde me viriam a fazer mudar de profissão. Nem tudo foi lá com cursos e prática. Cheguei a um ponto da minha caminhada que tinha de ir mais fundo e aí só com retiros de plantas mestres.

Tudo não passa de alterar a sua energia. Imagine-se como um rio com águas paradas há imenso tempo. Se for lá alguem e alterar  essa estagnação, o rio não vai sentir logo diferença, pelo contrário vai até ficar bastante confuso com o musgo a vir ao de cima, mas com o tempo esse musgo vai com as águas limpas e começa um novo fluir. Assim é a nossa vida com constantes mexidas de energias.

Está tudo na Mãe Natureza!

 

Laisser un commentaire